@theusantos

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Santidade começa em casa


A santidade não é simplesmente uma ideia filosófica, é uma prática de vida. Ela é uma mudança tão radical na maneira de viver do homem que Cristo é magnificado. Significa viver de forma tão parecida com Cristo que as pessoas podem até ser confundidas com Ele. Se a santidade que você está vivendo não mudar as coisas mais práticas e simples do seu dia a dia, você estará enganando a si mesmo com superficialidades.
Uma das práticas da santidade é a submissão. Um cristão que vive santidade é aquele que aprende e pratica a submissão. Se realmente você entende santidade como uma vida fora dos padrões do mundo terá então que dar atenção a questão da submissão. Alguns rotulam santidade como somente se abster da prostituição e da idolatria e por isso, mesmo não se prostituindo nem praticando a idolatria, continuam sendo pedra de tropeço para a conversão de seus familiares e desagradando a Deus.
Mas o que é submissão? De acordo com o dicionário bíblico, submissão é um termo militar grego que significa “organizar [divisões de tropa] numa forma militar sob o comando de um líder”. Em uso não militar, era “uma atitude voluntária de ceder, cooperar, assumir responsabilidade, e levar um carga”. Em palavras simples, submissão é obediência. Todo aquele que nasce de novo deve aprender o “abecedário” do cristão que é a obediência.
Em primeiro lugar devemos obediência a Deus, nosso Pai e Senhor. Não existe vida cristã sem obediência a Deus, isso é tão óbvio quanto a cor do cavalo branco de Napoleão. Em Atos 5.29, Pedro declara: É mais importante obedecer a Deus do que aos homens. Mas você não pode se esquecer que a obediência a Deus está intimamente ligada a obediência aos seus pais e líderes. O apóstolo Pedro fala sobre essa relação entre a obediência a Deus e aos pais e líderes em sua primeira epístola, veja este versículo: “Sujeitai-vos a toda autoridade humana por amor do Senhor” (1 Pedro 2.13a)
Encorajo você a ler toda a epístola depois. Se a submissão aos líderes é uma ordem de Deus, eu só estarei obedecendo a Deus se eu estiver me submetendo aos meus líderes. Seus primeiros líderes são seus pais. Depois de Deus eles são seus principais líderes e a eles você deve obediência. A única exceção que existe para não obedecer aos seus pais e líderes é se eles o mandarem pecar, pois desse jeito você violará a obediência a Deus, fora isso, obedeça sempre.
Por que ser submisso? Essa é a vontade de Deus e ela é sempre boa, perfeita e agradável. Fazendo o bem, sendo obedientes as autoridades, você cala a boca das pessoas que depõem contra os cristãos. O nome de Deus muitas vezes é blasfemado por pessoas que se dizem cristãs, mas estão sempre envolvidas em rebelião e outras condutas contrárias a Palavra. Alguns ainda não experimentaram a conversão de seus familiares, pois, mesmo sendo assíduos à igreja, não são obedientes dentro de casa e dessa forma, fazem com que seus familiares blasfemem o nome de Deus.
A liberdade que temos é para o serviço de Deus e não para quebrar regras. Um dos exemplos que temos de liberdade mal entendida e mal expressada é o movimento hippie. Eles pregavam uma liberdade destrutiva, que era mais uma desculpa para a insubmissão do que a verdadeira liberdade.
Comece a mudança hoje mesmo em sua casa, com atitudes simples como praticar a honra. Honrar é reconhecer a dignidade e posição que seus pais têm sobre a sua vida. Valorize os seus pais, não somente com palavras, mas com atitudes. Pare de depreciar e menosprezar sua família para outras pessoas. Já ouvi muitos jovens falando mal de sua família e de seus pais, e isso é um comportamento que desagrada a Deus. Nenhuma família é perfeita, mas toda família tem valor.
Você verá a luz de Deus entrar na sua casa quando você começar a praticar a submissão. Ouvi nesses dias uma máxima da liderança que se encaixa perfeitamente no tema deste texto: “Se não acreditarem no mensageiro, como acreditarão na mensagem?” A atitude bíblica de submissão trará credibilidade para sua vida e sua mensagem. Enquanto na sua casa as pessoas não virem mudança nas suas atitudes, suas palavras serão vazias de credibilidade e unção.
Guarde em seu coração: A santidade verdadeira o levará a ser um exemplo até mesmo daqueles que já deu mau exemplo!
Viva Cristo,
Léo Capochim. 
Fonte: Site Lagoinha (Por  Pr. Léo Capochim).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Paz!
Comente, exponha sua opinião sobre o post.