@theusantos

sexta-feira, 8 de março de 2013

A justiça do homem.

Em Corintios 6, o apostolo Paulo, revoga a conduta dos corintios, de buscar nos pagãos o juízo para suas intrigas, tornando a glória de Deus em banal, ainda assim permaneciam a busca-la.

Cristo por meio de Paulo, corrigiu os corintios, aponta que a justiça de Deus não criminaliza, emerge todos como vencedores. O povo de Corinto tinha dons e hábitos pecaminosos, banalizava a conduta cristã e unia o corpo de Cristo ao mundo, desvirtuando.

Deus requer gerações justas, qual divide em boa medida e exercitar os deveres, conforme Cristo cumpriria.
Atualmente há semelhantes que recorrem ao homem para vingar os teus e vangloriar o nome, não reconhece a dignidade e supremacia de Deus. Tome a cruz e institua a independência, dependa de Deus e negue a carne, faça de teus atos, exemplos. Não creia no homem, espere arduamente em Deus e Ele não desampará, as forças humanas são frágeis, mas a força de Deus é permanente e te sustenta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Paz!
Comente, exponha sua opinião sobre o post.