@theusantos

sábado, 3 de novembro de 2012

O manjar do rei.

E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar. 
Daniel 1:8


Daniel é referência aos jovens, é citado como exemplo de renúncia e fidelidade, além de seus amigos Mesaque, Sadraque e Abede-Nego. Porém trarei menção de Daniel.

No versículo acima é desrespeito a posição de Daniel a não se contaminar com os sacrifícios do rei Nabucodonosor, devoto de outros deuses neste momento. Esses manjares eram carnes e bebidas, alimentos gordurosos e aparentam dar força, simplesmente deixavam os consumidores mais sedentários. Daniel tinha o conhecimento da lei, qual dizia não beber vinho e comer carne com sangue, principalmente providas de sacrifícios a outros deuses, propondo a não se contaminar. Essa renúncia não esteve somente neste ato, esteve  na passagem da cova dos leões e outras, demonstrando que Daniel não tinha proposto em um momento, ele constituí da renúncia, um estilo de vida.

Existe flechas que tentam atingir o alvo proposto pelo coração do crente e orientam a caminhos tortuosos, quais fingem ser belos. Hoje, o Senhor lhe chama a ter uma nova visão, não se contaminar e viver viabilizando o melhor de Deus. Corra em pró da obra de Deus e não corra pra satisfazer suas próprias intenções que são impuras, seja CORREDOR DE CRISTO!

Faça essa escolha e repudie os caminhos maus, os efeitos serão semelhantes ao de Daniel:

Passados os dez dias eles pareciam mais saudáveis e mais fortes do que todos os jovens que comiam a comida da mesa do rei. 
Daniel 1:15


Fonte: Bíblia Online
Dicn. Priberam

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Paz!
Comente, exponha sua opinião sobre o post.